Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

 

Pesquisa:

 

 

Áreas do site

  • Aquele que crê em mim nunca estará sozinho
  • St Flora e St Maria/Sto André Dung-Lac/Sto Inácio Delgado/S.Colmano/S. Crisógono/S. João da Cruz/S. Porciano

Mais Notícias

Notícias

É Carnaval
Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012 -

Foto:carnaval

O Brasil todo está comemorando o Carnaval nas ruas, clubes e nos sambódromos. São desfiles de escolas de samba, bailes em salões e blocos carnavalescos de rua.    É tanta movimentação no País que até parece uma festa tipicamente brasileira. Na verdade, é o que todo mundo pensa. Mas não é. Essa agitação toda teve seu início bem longe daqui, na Europa. Mais especificamente na Grécia, em meados do ano 600 antes de Cristo. A festa era uma forma de agradecer aos deuses pela fertilidade do solo e pela colheita. Esta comemoração foi então adotada pela igreja católica em 590 depois de Cristo. As festividades têm quatro dias de duração e antecedem o início da quaresma, que começa na Quarta-feira de Cinzas, após o último dia do Carnaval. Após tanta comemoração, os religiosos passam 40 dias em penitências e privações. O Carnaval da Antiguidade era marcado por grandes festas, em que se comia, bebia e participava de alegres celebrações. Ele se prolongava por sete dias nas ruas, praças e casas da Antiga Roma. As pessoas trocavam presentes, um rei era eleito por brincadeira e comandava o cortejo. No período do Renascimento as festas de Carnaval incorporaram o baile de máscaras, com ricas fantasias e carros alegóricos. 

Carnaval no Brasil

O Carnaval como conhecemos hoje tem desfiles e fantasias como a sociedade vitoriana do século 19 praticava. Paris foi o principal modelo exportador da festa para o mundo. Aqui no Brasil, o Rio de Janeiro criou e exportou os desfiles de escolas de samba para outras cidades do mundo, como São Paulo, Tóquio, no Japão, e Helsinque, capital da Finlândia. No Nordeste do Brasil, a festa de rua manteve suas tradições originais e, em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem às ruas ao som do frevo e do maracatu. Os desfiles de bonecos gigantes em Recife são uma das principais atrações, assim como o bloco Galo da Madrugada, o maior do mundo. Em Salvador, capital da Bahia, existem os trios elétricos embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Destacam-se também os blocos negros como Olodum, Ilê Aiyê e Afoxé Filhos de Gandhi.

carnaval

Fonte: tribuna

 

 

 
 

Home | Escola | Congregação | Notícias | Contato

Externato Santa Terezinha - Av. Barroso, 760 - Centro - 14801-160 - Araraquara - SP - Fone: (16) 3303.7341

Desenvolvido por www.wab.com.br - 2011