(16) 3303-7341 -  (16) 98105-5056  atendimento@externatoclass.com.br 

EXTERNATO SANTA TEREZINHA

ENSINO HUMANIZADO E CONHECIMENTO!

QUEM SOMOS

LEMA 

Como educadores do Externato Santa Terezinha, assumimos o lema de “educar e ensinar para a paz”, e, para tanto, abraçamos a responsabilidade de proporcionar, além do desenvolvimento cognitivo e intelectual, uma plena vivência de valores humanos, socioemocionais e cristãos, estabelecendo uma relação profícua e harmônica entre o conhecimento, a arte, o esporte, as relações interpessoais e a religiosidade, ofertando, ainda, a experienciação da oração, do sagrado e do exemplo, propiciado através da filosofia franciscana.

Entendemos que educar e ensinar para a paz é levar o aluno a criar uma consciência permanente de valores da não-violência social. Construir a cultura da paz é um processo diário, que exige atitudes éticas e evangélicas e um repensar nos paradigmas que norteiam nossas vidas. Com uma educação voltada para a paz, buscamos despertar e encorajar a motivação para um amplo cuidado com as crianças, os adolescentes, os jovens, os idosos, as famílias, a natureza e para consigo mesmo, promovendo a autoestima de nosso educando, através do apoio, do diálogo e da valorização de seu desenvolvimento estudantil e pessoal.

Respeitar à vida e rejeitar a violência são as bases de uma educação para a paz. A “Cultura da Paz” é um conceito capaz de encontrar ressonância em todas as culturas humanas, questionando e refletindo sobre comportamentos, valores, pensamentos individuais e coletivos. Sendo assim, o Externato Santa Terezinha entende a cultura da paz como uma construção contínua e constante, levando em consideração o respeito à diferença, o ritmo de desenvolvimento cada ser e suas particularidades, enfatizando os laços de amizade, cooperação e solidariedade, promovendo a compreensão de que cada indivíduo é peça fundamental para a consolidação da paz no mundo através do pensamento e, sobretudo, das atitudes de cada um.

METODOLOGIA

O Educador do Externato Santa Terezinha conta com um atencioso suporte de Gestão e Coordenação e uma equipe bem orientada e preparada, através de encontros com especialistas e formação continuada, para atender as demandas educacionais de nossos alunos, auxiliando cada professor a desenvolver com excelência o seu trabalho de mediador do conhecimento, construindo junto ao educando as habilidades e competências necessárias para a vida.

Nossa metodologia de ensino estimula cada professor a elaborar estratégias que privilegiam a formação e o desenvolvimento do espírito crítico, o diálogo entre a teoria e a prática e a utilização de recursos e ferramentas que possibilitam a autonomia, a emancipação intelectual, a reflexão e a criticidade do educando para efetiva construção do conhecimento, valorizando as inteligências múltiplas e as metodologias ativas, através de seminários, simulados, dramatizações, musicalização infantil, robótica e informática educacional, dinâmicas lúdicas, construções audiovisuais, debates, aulas expositivas, sala de aula invertida, execução de projetos interdisciplinares, trabalhos dissertativos, pesquisa de campo, viagens de estudo, lição de casa diária, tribunal argumentativo, com confronto de autores e ideias, atividades extracurriculares entre outras ações educativas.

O Externato também conta com uma riquíssima agenda cultural que promove interação entre os alunos, seus pares, seus familiares e todos os membros da comunidade escolar, através de inúmeros eventos que mobilizam, divertem e encantam a todos, tais como, o Projeto de Múltiplas Artes, o Projeto “Eu sou +”, os jogos interclasses, as gincanas culturais, o festival “Orpheus Fest Music”, que sempre surpreende e impressiona a todos, revelando os talentos de nossa escola e muito mais!

As dependências do Externato Santa Terezinha são aconchegantes e bem equipadas com: provedor próprio, lousas digitais, wi-fi, salas arejadas, parquinho amplo e diversificado, com chão emborrachado, duas quadras cobertas, equipadas com som de alta qualidade. Também podemos contar com uma biblioteca repleta de obras importantes, com mesas grandes e redondas, propícias ao estudo, que valoriza a imersão do aluno à cultura letrada. E não podemos nos esquecer do nosso estúdio de gravação, preparado para a realização de trabalhos audiovisuais com qualidade de ponta! Ah, e tem também o nosso majestoso teatro, com capacidade para 497 pessoas e a nossa linda capela, que, além da vivência religiosa, propicia momentos únicos de tranquilidade, contemplação e reflexão interior, estabelecendo pontes entre religiosidade e sociedade de maneira transformadora e harmoniosa.

O Externato Santa Terezinha zela por seus espaços, mantendo a limpeza, a  manutenção e a segurança necessárias para o bom êxito dos trabalhos desenvolvidos. Temos um time de agentes educacionais bem treinados e equipados para uma comunicação rápida e assertiva, tendo como foco a gentileza franciscana, pautada no serviço ao próximo e o exercício da paz e do bem, permeando todas as atitudes.

PROPOSTA PEDAGÓGICA

“… Olhando para o futuro e para o passado empenhem-se em nossas escolas…, a tarefa de oferecer às nossas crianças e aos nossos jovens instrumentos de conhecimentos e uma formação sólida, cristã e orientada, para que possam, como cristãos, andar pelo caminho da vida e gravar em suas vidas os valores evangélicos ”.   (MADRE FRANCISCA LAMPEL)

O “Externato Santa Terezinha” é uma escola cristã de confissão católica, inspirada nos princípios da espiritualidade Franciscana.

A Proposta Pedagógica das Escolas das Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição (FIC) fundamenta sua prática educativa nos princípios filosóficos e espirituais de Madre Francisca Lampel e suas companheiras que propõem um estilo de Educação baseada nos valores do Evangelho e na espiritualidade de São Francisco de Assis, que estabelece pontes com o conhecimento, a valorização da cultura, a preparação para o ENEM e o vestibular, visando também à consolidação de habilidades e competências desejáveis para o convívio social, a formação para a vida e o mercado de trabalho.

A prática pedagógica visa à formação do aluno como cidadão crítico e atuante, respeitando os princípios éticos, políticos, culturais e sociais, comprometida com a construção de uma sociedade justa, socialmente equitativa e solidária, politicamente democrática, culturalmente pluralista, sustentável e religiosamente ecumênica.

Diante dos problemas e dos muitos desafios do mundo atual, a EDUCAÇÃO FIC surge como um valor na construção dos ideais de paz, de liberdade e de justiça social, sem perder de vista a formação de habilidades e competências importantes para a formação acadêmica e profissional de nossos alunos.

Temos como compromisso social oferecer uma educação de qualidade e humanizadora e a responsabilidade de formar alunos cidadãos capazes de serem livres (aprender a pensar), capazes de atuarem na sociedade (aprender a fazer) e principalmente capazes de serem solidários (aprender a conviver).

PROJETOS EDUCACIONAIS

Desenvolvemos diversos Projetos ao longo de todo o Ano Letivo, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio. Nossos projetos ultrapassam as salas de aula e os espaços internos da escola, sendo desenvolvidos em parceria com a família e a comunidade. Além de desenvolver habilidades e habilidades acadêmicas específicas nas áreas de conhecimento, oferecer sensibilidade às crianças e aos adolescentes, diante das mais diversas realidades socioculturais, levar em conta a construção de valores que transformam suas relações com a família e a sociedade.
O Externato Santa Terezinha desenvolveu em parceria com outras escolas das Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição (FIC) o Projeto “Eu sou +”, que promove a reflexão, o engajamento e a ação solidária a partir do tema da Campanha da Fraternidade de cada ano.
Eu sou + vida: trata-se de um projeto educativo que assume e articula o tema da Campanha da Fraternidade 2020 (Fraternidade e vida: dom e compromisso). Uma ideia central desse projeto é estimular e criar condições para toda a comunidade escolar, refletir e incorporar o tema e os objetivos da Campanha da Fraternidade, participando da rede de socialização de trabalhos educativos, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, da maneira Interdisciplinar .
Projetos específicos do Ensino Fundamental II: Compostagem; Cordel; Parlamento Jovem; Escolinha do Professor de História; Show de Talentos;
Projetos específicos do ensino médio: Novelas Literárias; Orpheus Fest Music; Reconstruindo a História – Julgamento; Externato explica; Libras no Externato.
Projetos de protagonismo discente: Setembro amarelo; Outubro rosa; Novembro Azul; Personalização dos banheiros; Páscoa Solidária; Rifa Solidária; Festa das Mães e Pais; Festa Junina; Comemorações Cívicas; XXVII Olimpíada e VI Semana Cultural; Olímpiada de Astronomia e Astronáutica; Olimpíada de Matemática – OBMEP; Olimpíada Brasileira de Biologia; OPEE – Projeto de Vida: orientação profissional, empregabilidade e empreendedorismo; Projeto Anti Bullying; PROERD e Prevenção ao uso de drogas; Viagens de Estudos e Pesquisas de Campo; PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA.

 

AVALIAÇÃO

Entendemos a avaliação como sendo um ato inerente ao processo educativo com função diagnóstica, mediadora e formativa que ocorre de forma interativa, almejando proporcionar a melhoria das condições de aprendizagem dos alunos e não simplesmente uma forma de medir os conhecimentos assimilados pelos mesmos.
Para as crianças da Educação Infantil, a avaliação é feita através de atividades lúdicas e psicomotoras, priorizando o concreto, o próprio contexto da criança e o desenvolvimento de suas habilidades cotidianas.
A partir do 1º ano do Ensino Fundamental a avaliação é feita de forma abrangente, diária e contínua. São propostas atividades em sala de aula, extraclasse, trabalhos de grupos, avaliação mensal e avaliação trimestral.

O educando é observado durante todo o trimestre. Vale ressaltar que nossa escola se utiliza de instrumentos avaliativos diversificados, levando em consideração as diferentes habilidades e competências e os ritmos de aprendizagem nas várias atividades desenvolvidas e não somente nos resultados obtidos nas provas trimestrais. Para tanto, são feitas arguições orais e escritas, trabalhos em grupo sob a supervisão do professor, atividades individuais, pesquisas, resolução de atividades, provas dissertativas, objetivas, produções textuais de diversos gêneros, simulados, desenvolvimento de projetos, apresentações artísticas e resolução de situações-problemas com a utilização de recursos audiovisuais e tecnológicos entre outras formas de avaliação. Os alunos têm direito à reconsideracão e recurso nas avaliações (Del. CEE 155/2017 e Del. CEE 161/2018) durante o ano escolar, após a divulgação dos resultados do período letivo, ou quando discordar do resultado final.

FILOSOFIA FRANCISCANA

O “Externato Santa Terezinha” é uma escola cristã de confissão católica, inspirada nos princípios da espiritualidade Franciscana. Carregamos em nosso cotidiano o desejo de Seguir Jesus Cristo da mesma maneira que fez São Francisco de Assis: Sonhando; vivendo o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo; beijando o leproso; ouvindo a voz do Crucifixo; rezando e convidando todos à oração; amando e respeitando a natureza como Irmã e levando a Paz e o Bem onde estivermos.

O modo franciscano de trabalhar (Pedagogia Franciscana) traz uma “leveza” ao cotidiano escolar, porque se preocupa com as coisas mais simples da vida: um sorriso, um olhar, a escuta, o ato de conhecer os valores e as habilidades de todas as pessoas que estudam ou trabalham na instituição de ensino, ou mesmo, das que moram ou trabalham nos arredores do colégio.

Falar sobre São Francisco de Assis e conhecer a história dos primeiros anos do franciscanismo é deslumbrante. Porém, muito mais do que fascinar-se e encantar-se, é preciso deixar-se transformar por esse jeito de viver que revela a importância de cultivar um olhar sensível às pessoas e a toda natureza, para, criticando as injustiças sociais e as atitudes destrutivas, criar ações que gerem vida e façam a diferença no mundo em que vivemos.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

O Externato é uma escola preocupada com uma educação de qualidade, por isso, busca aprimorar cada vez mais sua ação pedagógica através de conteúdos ligados à significação humana e social de seus alunos. Toda aprendizagem deve levar o educando a um processo de aquisição da autonomia. Desta forma, os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) são peças fundamentais dentro do planejamento do Conteúdo Programático. Os Parâmetros Curriculares Nacionais, ao reconhecerem a complexidade da prática educativa, buscam auxiliar o professor na sua tarefa de assumir, como profissional, o lugar que lhe cabe pela responsabilidade e importância no processo de formação do ser cidadão. Valorizando essa formação do ser cidadão, que os Temas Transversais entram com grande ênfase no processo de aprendizagem, pois têm o compromisso com a construção da cidadania, onde se pede, necessariamente, uma prática educacional voltada para a compreensão da realidade social e dos direitos e responsabilidades em relação à vida pessoal, coletiva e ambiental. Estão incorporados como Temas Transversais, as questões da Ética, da Pluralidade Cultural, do Meio Ambiente, da Saúde e da Orientação Sexual que são inseridos no trabalho educativo da escola.

 

NOSSA HISTÓRIA

O Externato Santa Terezinha é dirigido pelas Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição (FIC).
Na Áustria, Antônia Lampel era educadora e posteriormente se tornou diretora de uma escola particular. Por viver uma vida segundo a regra da Ordem Terceira de São Francisco de Assis, junto às suas irmãs e às professoras, o Bispo Dom Romano Sebastião Zängerle, admirado pelo cotidiano de oração das jovens professoras, pede para que iniciem uma comunidade religiosa.
Sempre atenta a Santíssima Vontade de Deus, em 1843, Antônia Lampel (Madre Francisca Lampel) fundou o Instituto das Irmãs das Escolas Cristãs de Graz (Áustria).
Portanto, hoje, nós temos a missão de “cultivar no coração das crianças o germe do amor de Deus” (Madre Francisca Lampel). É este Amor que nos envolve e nos liberta para crescermos atentos ao cuidado com a Vida, desde a sua concepção e com toda a criação.
Em 1922, Padre Estevão Heigenhauser (Redentorista) apresentou às Irmãs Austríacas o desejo da Baronesa Lydia de Souza Rezende, de Piracicaba-SP, de abrir uma Escola de Serviços Domésticos em sua cidade.
No dia 05 fevereiro, Madre Batista Minks e cinco Irmãs embarcaram em um Navio e chegaram em terras brasileiras no dia 13 de março.
Em 19 de março, as Irmãs recebem a casa ofertada pela Baronesa, na Vila Rezende, em Piracicaba, e logo iniciam o Instituto Baronesa de Rezende.
Em Araraquara, no ano de 1927, iniciou-se o noviciado e no ano seguinte a construção da Casa Provincial.
“Em manhãs radiosas de maio” de 1932, iniciou-se a Escola Curso Particular Jardim da Infância São José, funcionando os cursos de Jardim da Infância, Corte e Costura, Bordado, Arte, Culinária e Datilografia. Em 1942, a escola passou a chamar-se Colégio Santa Terezinha. Após longos anos de ensino, mudou-se para Externato Santa Terezinha, carinhosamente conhecido como Coleginho.