NOSSO LEMA (3).png

O Externato Santa Terezinha é dirigido pelas Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição (FIC).
Na Áustria, Antônia Lampel era educadora e posteriormente se tornou diretora de uma escola particular. Por viver uma vida segundo a regra da Ordem Terceira de São Francisco de Assis, junto às suas irmãs e às professoras, o Bispo Dom Romano Sebastião Zängerle, admirado pelo cotidiano de oração das jovens professoras, pede para que iniciem uma comunidade religiosa.
Sempre atenta a Santíssima Vontade de Deus, em 1843, Antônia Lampel (Madre Francisca Lampel) fundou o Instituto das Irmãs das Escolas Cristãs de Graz (Áustria).
Portanto, hoje, nós temos a missão de “cultivar no coração das crianças o germe do amor de Deus” (Madre Francisca Lampel). É este Amor que nos envolve e nos liberta para crescermos atentos ao cuidado com a Vida, desde a sua concepção e com toda a criação.
Em 1922, Padre Estevão Heigenhauser (Redentorista) apresentou às Irmãs Austríacas o desejo da Baronesa Lydia de Souza Rezende, de Piracicaba-SP, de abrir uma Escola de Serviços Domésticos em sua cidade.
No dia 05 fevereiro, Madre Batista Minks e cinco Irmãs embarcaram em um Navio e chegaram em terras brasileiras no dia 13 de março.
Em 19 de março, as Irmãs recebem a casa ofertada pela Baronesa, na Vila Rezende, em Piracicaba, e logo iniciam o Instituto Baronesa de Rezende.
Em Araraquara, no ano de 1927, iniciou-se o noviciado e no ano seguinte a construção da Casa Provincial.
“Em manhãs radiosas de maio” de 1932, iniciou-se a Escola Curso Particular Jardim da Infância São José, funcionando os cursos de Jardim da Infância, Corte e Costura, Bordado, Arte, Culinária e Datilografia. Em 1942, a escola passou a chamar-se Colégio Santa Terezinha. Após longos anos de ensino, mudou-se para Externato Santa Terezinha, carinhosamente conhecido como Coleginho.